Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

NA QUARTA EDIÇÃO DA PRÈMIERE VISION BRASIL a G VALLONE estará na City & Glam

Imagem
Nos dias 20 e 21 de julho, nós vamos mostrar a grande variedade de tecidos que fabricamos e as novas tendências para o Outono / Inverno 2012.  Vamos imprimir o nosso estilo neste evento tão importante com os nossos algodões, sedas, poliamidas, Liocel, linhos, lãs e viscoses.  Preparamos cada tecido com um controle de qualidade que nos dá a segurança de garantir sua excelência.  Fazemos assim! Nos preocupamos com a matéria prima: apoiamos 2500 famílias no Paraná  para produzir um dos melhores fios de seda do mundo. Integramos a produção do processamento dos fios com o meio ambiente para reduzir o impacto. E para sustentar a exuberância dos contrastes dos tons: desenvolvemos e analisamos os novos corantes em laboratório para harmonizar a fidelidade das cores. Tecido comercializado é tecido sem conflito com a natureza, é tecido tecnológico, é tecido aprovado!
Na Première Vision Brasil, estaremos no setor  City & Glam. Uma área dedicada aos expositores que trabalham para a moda urbana e f…

Givenchy - o paraíso bem à margem do Rio Sena!

A apresentação da alta costura de Givenchy ficou como nas edições anteriores...só ROUPAS(sem platéia!).
Melhor então ver e sentir!
Este video do canal GNT foi postado para enteder como ficaram os trajes brancos, angelicais e seus acessórios, criados por Riccardo Tisci.
Uma inocência assinada pelas rendas, penas, pérolas e transparências de um desfile delicado.
O tradicional dourado apareceu, mas em dégradé.
A principal cor foi o Chantilly.
...e o tecido - Tule de Seda.
Tudo muito leve, puro, frágil, feminino, corajoso, atual!

Giorgio Armani Privé – uma homenagem ao Japão!

Imagem
Declaração oficial da grife: “Profundamente comovido pelos trágicos acontecimentos que seguiram o terremoto do mês de março, o estilista decidiu dedicar sua coleção a este país”.



















Os detalhes revelam o desejo de Armani em pincelar símbolos orientais em todas as peças. Primeiro as estampas num efeito laca brilhante: flores de cerejeira e flor de lótus. Depois saias lápis, aquelas grudadas ao corpo, e os cintos amarrados como nos quimonos. Os corpetes de renda não muito justos revelavam o forro de cetim rosado como numa dobradura. E nos bordados, técnicas para se aproximar da textura do bambu.
A elegante alfaiataria de Giorgio Armani surgiu numa proposta estilizada de smoking com calcas, jaquetas e casacos em veludo preto. O desfile trouxe ainda detalhes dos paetês de vários tamanhos e grandes fendas em tops.

O Balé e a alta costura de Jean Paul Gualtier.

Imagem
Esta claro que esta coleção explorou as diferentes texturas dos artigos em tule, cetim de seda, veludo e pontuou com os brilhos. Os sapatos com amarrações de sapatilhas predominaram em todos os looks. As cinturas marcadas nos vestidos que cruzaram a passarela proporcionaram feminilidade e romantismo aos movimentos. Os acabamentos em plumas, penas, peles e couros foram exploradas para contrapor à delicadeza da inspiração no balé e dar requinte ao ar dramático que Jean Paul Gualtier tanto gosta.

CHANEL - do feminino ao andrógino com um certo ar sombrio!

Imagem
Referências masculinas, informações clássicas e as cores preto e branco da identidade da marca construíram uma imagem sofisticada para as mulheres.


Ainda houve espaço para o cinza, o azul, o chumbo e o dissonante fúcsia.

Nos detalhes as transparências, os cristais, as rendas e plumas!
Os visuais surgiram com uma perspectiva mais despojada, portanto com o intuito de manter os elementos característicos Chanel.


Uma versão que se atualiza através do streetwear , mas sob os olhares de Karl Lagerfeld.

Christian Dior, com o estilista Bill Gaytten – a elegância da ousadia e da jovialidade!

Imagem
Formas, linhas, dobras, cores e volumes!

Configurações geométricas entre cubos, esferas e trapézios.
Muitas camadas sobrepostas.

Vestidos volumosos de cinturas marcadas...
Ou fluidos, leves e soltos!

O verde/azul aguçou as possibilidades para novos tons!
Mas, o roxo, amarelo, azul e rosa foram fortes...



...além do branco e do preto!